Edit Template

Não tente eliminar o stress, mas comprometa-se geri-lo

Nunca se usou tanto a palavra stress. Esta resposta do nosso corpo tem sido diabolizada e culpabilizada por muitas das doenças e problemas que afetam a sociedade moderna. Talvez por isso o grande desejo de muitas pessoas seja viver uma vida tranquila, “sem stress”. Mas será isso possível?

O stress é uma resposta fisiológica e comportamental normal face aos acontecimentos do nosso dia-a-dia que identificamos como ameaças ao nosso equilíbrio físico, mental ou emocional. É uma forma de preparação do corpo para reagir a um suposto perigo ou desafio (seja ele real ou imaginado). Adrenalina e cortisol são libertados; o batimento cardíaco acelera tal como a respiração; a capacidade de foco parece aumentar; a digestão abranda e é colocada em segundo plano; é libertada glicose na corrente sanguínea para fornecer energia para o que aí vem –esta é a conhecida resposta “lutar” ou “fugir”.

Isto era muito útil aos nossos antepassados, que poderiam ter de fugir de um urso. Mas atualmente a resposta é a mesma quando percecionamos o perigo da chegada do deadline de um relatório que ainda não está pronto, ou o nosso atraso para aquela reunião importante. Ou ainda quando imaginamos situações negativas que ainda não aconteceram (pois o cérebro não distingue o real do imaginário).

Assim, o estado de stress pode ser útil em situações pontuais, mas estarmos grande parte do nosso tempo neste modo de alerta leva ao desgaste, dores e tensão, problemas digestivos, insónias, diminuição da imunidade e propensão a várias doenças crónicas.

É verdade que o dia-a-dia atual é por norma exigente, cheio de dificuldades, prazos e frustrações indutores de stress. E enquanto acredito que eliminar o stress é uma tarefa impossível, estou segura de que podemos trabalhar para uma vida em que o gerimos e reduzimos os seus efeitos.

Praticar exercício físico, manter uma alimentação nutritiva, eliminar o tabaco e o álcool, dormir o suficiente, passar menos tempos em frente a ecrãs, fazer tempo para o autocuidado, para o descanso e para os seus hobbies, socializar, praticar yoga e/ou meditação, fazer pausas regularmente, e respirar profundamente várias vezes ao dia são apenas alguns exemplos de atividades cuja eficácia na gestão do stress já está comprovada. E o melhor é que estão todas nas mãos de cada um de nós. Por isso, não tente eliminar o stress da sua vida, mas comprometa-se a geri-lo.

Share this post...

Edit Template
Edit Template
Translate »